Pular para o conteúdo
2 de março de 2022 / carlostrapp

Reflexões em torno da Covid-19

De início, quero lembrar aos leitores que as reflexões são minhas, mas as decisões em torno do assunto são minhas e as decisões são dos leitores. Quero fornecer alguns subsídios para uma decisão mais adequada.
Essa pandemia já campeia em nosso meio desde o início do ano de 2020.
Diversas pessoas tem morrido por causa de complicações advindas da doença, que vão desde medo, falta de medicação adequada, entre outras questões.
Quero abordar alguns assuntos para nossa meditação:

  1. Medicamentos:
    Sabe-se que diversos setores da sociedade, principalmente, encontrados na mídia, tem combatido os remédios que visam o tratamento preventivo e precoce.
    Vamos analisar isso um pouco: Por que será que isso acontece? Veja os custos das vacinas, que chamo de experimentos: São elevadíssimos dando lucros exorbitantes aos grandes laboratórios. Em contrapartida os remédios que citei, são baratos e facilmente acessíveis.
    Quanto à eficácia, principal argumento para sua rejeição, é dito que não são eficazes em relação à Covid-19. Mas eu sou testemunha de que os remédios funcionam, pois os que tomaram os mesmos, nem sequer foram internados em hospital.
  2. Experimentos:
    Agora, ainda falando em eficácia, fico bastante receoso com os experimentos que estão fazendo, já estando na quarta dose, em alguns casos. Até aonde será que vai, pois as pessoas continuam se infectando? E os laboratórios continuam ganhando rios de dinheiro!
    Os experimentos com crianças foram desaconselhados por um médico experiente e sério. E num outro país, laboratórios já solicitaram a permissão usar esses experimentos em crianças de alguns meses a cinco anos de idade. Já imaginaram a fonte de renda que é isso?
    Outro detalhe quanto aos experimentos é temos que ver são a pressa com que esse material foi fabricado, sendo que, geralmente, vacinas levam anos para serem fabricadas, testadas e aprovadas.
    Por esse e outros motivos tenho minhas reservas quanto a esses procedimentos.
  3. A mídia e políticos
    A que mais tem combatidos, como já falei, é a mídia dizendo que o tratamento preventivo e precoce não é eficaz. Podemos imaginar por quais motivos o fazem. Há setores que com isso querem atingir a economia e, consequentemente, o governo federal. Também é possível que queiram beneficiar os grandes laboratórios e ganhar algum benefício em troca. Enfim, é bem provável que haja intenções sinistras por trás das ações.
    Já alguns políticos são movidos simplesmente por serem da oposição e procuram com suas ações atingir o governo federal.
  4. Máscaras
    Há cerca de três meses, estavam discutindo a suspensão de uso de máscaras ao ar livre, mas decidiram pela sua permanência, porém houve o recrudescimento da pandemia, dando a impressão que a decisão teve um efeito nocivo.
    Tenho lutado para que não haja da parte do poder público a exigência de uso de máscara ao ar livre, pois é desnecessário, porque não se tem contato com o outro e se tiver pode ser observado o distanciamento.
    Vamos analisar isso um pouco mais: Já pensou uma pessoa sair de casa para passeaar com seu animal de estimação com máscara? Fazer sua caminhada de máscara? Andar de bicicleta de máscara?
    Por que sou contra o uso de máscaras quando não é necessário? Porque respiramos gás carbônico, pois inspiramos oxigênio e expiramos gás carbônico, que é inspirado novamente ao seu usar máscara.
    Então, quando não é necessário, deve se evitar o uso de máscaras.
  5. Protagonismo
    A sociedade civil deve se posicionar quanto a essas questões e não ser subserviente quando se pede algo errado.
    Já tenho ouvido muitas vezes que devemos ouvir as autoridades, e eu concordo, desde que estejam certas.
    E é preciso acrescentar aqui que autoridade somente é a que pede algo certo, pois ao se impor algo errado, perde-se a autoridade. Por exemplo, se um pai pede algo errado ao filho, este não deve obedecer, pois o que o pai pediu está errado, perdendo, assim, a autoridade.
    Então, a sociedade civil deve ser protagonista do que é certo, mostrando até para as autoridades aquilo que é correto, e não obedecendo se pedir algo errado.
  6. Cuidado
    Como viram, fiz meus questionamentos, mas isso não significa que não me cuido, pois tomo dois antivirais: ivermectina e tenofovir. Estou pronto para me submeter ao tratamento precoce, se porventura for acometido pela Covid-19.
    Outros detalhes que procuro observar são: a boa alimentação; mobilidade, pois ando de bicicleta ou faço caminhada todos os dias, praticamente. Isso, além do exercício físico, ajudar na exposição ao sol, que é salutar.
    Também procuro observar Provérbios 18.14, que diz que “O espírito firme sustém o homem na sua doença, mas o espírito abatido, quem o pode suportar”. O medo é altamente nocivo, devendo ser evitado a todo o custo!
    Além disso, procuro observar o distanciamento e lavar as mãos com água a sabão.
    Tire suas conclusões!
    Pr. Carlos Trapp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: