Pular para o conteúdo
18 de janeiro de 2022 / carlostrapp

Datas importantes

Temos, no mínimo, três datas importantes em dezembro. A primeira é o Dia da Família, comemorado no dia 08 de dezembro; a segunda, é o Dia da Bíblia, que sempre é comemorado no segundo domingo de dezembro (estou escrevendo o Editorial nesse dia). A terceira data importante é o Natal, o nascimento de Jesus.
Na edição passada, já escrevi um pouco sobre o Natal, mas cabe dizer mais sobre essa data tão significativa.

Mas eu quero ir, em ordem cronológica, começando pelo Dia da Família.
Segundo o site calendarr.com “A data tem como objetivo homenagear a família, bem como lembrar a sua importância.
Família significa relação afetiva entre as pessoas que tenham ou não laços sanguíneos, um conceito que se baseia no amor, na ajuda mútua, na partilha, e que promove a formação de valores em cada um de nós.
Como elemento fundamental, é importante ser celebrada e homenageada. Assim, o Dia Nacional da Família foi instituído pelo Decreto nº 52.748, de 24 de outubro de 1963.
Além de ser comemorada nesta data, a instituição familiar é comemorada em mais duas ocasiões distintas:

  1. 24 de abril: dia nacional da família na escola;
  2. 15 de maio: dia internacional da família”.
    A família é a base da sociedade. Em tempos idos, tudo acontecia na família, tanto o trabalho, a educação e a formação de novos lares.

O Dia da Bíblia, como já foi dito, sempre acontece no segundo domingo de dezembro.
Segundo relata o site batistasmineiros.org.br “O Dia da Bíblia surgiu em 1549, quando um bispo chamado Cramner, que vivia na Grã-Bretanha, incluiu no livro de orações do rei Eduardo VI, um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura do livro Sagrado.
A data escolhida foi o segundo domingo do advento. (O Advento é celebrado nos quatro domingos que antecedem ao Natal). Foi assim que o segundo domingo de dezembro se tornou o Dia da Bíblia.
No Brasil, a data começou a ser celebrada em 1850, com a chegada dos primeiros missionários evangélicos vindos da Europa e dos Estados Unidos.
Uma canção infantil traz em sua letra uma grande verdade: “Sei que a Bíblia é a Palavra de Deus, a regra de conduta é fé, a Palavra de Deus a Bíblia é.” Que a Bíblia seja a cada dia nossa regra de conduta e fé.
Que este dia memorável seja para nós um marco de conscientização para priorizarmos a leitura, o estudo e a aplicação ativa dos ensinos bíblicos em nosso cotidiano, de maneira que, ao manejarmos bem esta Palavra, sejamos forjados em nosso caráter para experimentarmos a vida em abundância em Cristo Jesus”.
Acrescento que é importante destacar a aqui o relevante serviço das Sociedades Bíblicas na causa do Livro Sagrado, e para isso convém remeter o leitor para a história da menina Mary Jones que protagonizou a organização dessas sociedades, tornando a Bíblia mais acessível às pessoas, pois eram caras e raras à época, ou seja, nos meados do século 19.
Quero citar mais dois livros que ajudam o leitor a conhecer a história da Bíblia no Brasil. Um leva o título que citei, ou seja, História da Bíblia no Brasil. O segundo, conta a história dos colportores, que levaram a Bíblia a muitos lares, surgindo desse trabalho muitas igrejas. O título é Semeadores da Palavra – Personagens que tiveram participação decisiva na divulgação da Bíblia no Brasil.
Os dois livros são de autoria do Rev. Luiz Antônio Giraldi, que trabalhou muitos anos na Sociedade Bíblica do Brasil (SBB).
Também importante observar que no Brasil foram organizadas duas entidades para imprimir e difundir a Bíblia.
A primeira, foi a Imprensa Bíblica Brasileira, uma iniciativa das igrejas batistas brasileiras, em 1944; a segunda, a SBB, que foi organizada em 1948.
Quero ainda contar um breve relato da experiência minha com a Bíblia: Quando eu tinha uns 11 anos de idade, deparei-me com uma Bíblia alemã, em letras góticas do ano de 1900.
Comecei a ler, mas minha mãe disse que isso poderia trazer “alguma confusão à minha mente” (era a compreensão que ela tinha à época).
Mas em 1974, voltei a lê-la e fui ricamente abençoado.
O meu desejo é que possamos comemorar condignamente esse Dia da Bíblia, conhecê-la cada vez mais e melhor e seguir os seus ensinos, portanto, que sempre a Palavra de Deus guie as nossas vidas!
O Natal – O nascimento de Jesus deve ser motivo de grande alegria a gratidão de todos nós, pois Deus veio até nós por meio de seu Filho, Jesus, que veio nos redimir, nos salvar, nos livrar da condenação eterna, sem nenhum mérito nosso, ou seja, por graça, por bondade, por misericórdia.
Que esse amor imensurável de Deus nos possa levar a sermos eternamente gratos, e nos levar a obedecer, como salvos, a sempre buscar a fazer a sua vontade, principalmente divulgar essa boa notícia, para que outros também possam crer, pois “a fé vem pela pregação” (Rm 10.17).
Que as igrejas possam comemorar essa data com cultos especiais, cantatas, pregações, nos seus templos, e além dos mesmos!
Obrigado, Papai do Céu, pelo Seu amor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: