Pular para o conteúdo
7 de dezembro de 2022 / carlostrapp

Eu e as manifestações

Há poucos dias, falei com um colega de Campo Grande e ele achou que os pastores (acrescento que isso vale para todos) poderiam ser mais ativos quanto à situação política do país, especialmente quanto às manifestações.
Lembro que em política não há neutralidade: se alguém pensa que pode ficar em silêncio, vai favorecer a esquerda; se quiser fazer algo pelo bem é preciso se mexer.
O que nós queremos?

  • o retorno das invasões de terras;
  • a perda das escolas cívico-militares;
  • a provável nomeação de mais dois ministros licenciosos;
  • o aumento da criminalidade (no governo Lula havia 56 mil assassinatos por ano; no governo Bolsonaro, houve uma redução de 11 mil assassinatos, que ainda é elevado);
  • a gastança com a Lei Rouanet;
  • a gastança de bilhões com a mídia;
  • o aumento do desemprego (Lula, 12,6 milhões; Bolsonaro, 8,6 milhões);
  • a taxação das igrejas;
  • a política desarmamentista (a oportunidade de defesa pessoal já mostrou a redução da criminalidade);
  • o aumento da licenciosidade;
  • a legalização das drogas, do aborto e da prostituição;
  • a aplicação de censura em diversas áreas;
  • o livre curso da ideologia de gênero;
    Enfim, faça um comparativo entre os dois governos, e veja o que deseja.
    Não se alcança o bem de braços cruzados. Então, se queremos o bem precisamos nos mexer!
    Lembro que se mexer inclui a oração, mas não somente oração, pois oração sem ação é presunção.
    Que Deus dê sabedoria ao povo brasileiro, bem como às autoridades!

Pr. Carlos Trapp

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: