Pular para o conteúdo
1 de fevereiro de 2020 / carlostrapp

Jesus nasceu: A melhor notícia

Ultimamente, tem surgido questionamentos quanto às comemorações do Natal. Uns questionam a data que, de fato, não foi em dezembro. Mas não importa não termos conhecimento exato da data; outros apontam para o consumismo e a perda do verdadeiro sentido do nascimento de Jesus. Isso também não é motivo para não comemorarmos a data, pois podemos fazer isso corretamente, destacando o amor de Deus para com a humanidade, ao enviar seu Filho Unigênito para nos salvar, imerecidamente.
Portanto, o pensamento de não comemorarmos o Natal é equivocado, pois seria a mesma coisa que deixar de realizar casamentos pelo fato de acontecerem divórcios, ou acabar com a Medicina por ocorrerem erros médicos, ou ainda, acabar com o trânsito pelo fato de acontecerem acidentes.
Vamos transcrever o texto que narra o nascimento de Jesus e a admiração que causou nos pastores:
“Havia, naquela mesma região, pastores que viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite.
E um anjo do Senhor desceu aonde eles estavam, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles; e ficaram tomados de grande temor.
O anjo, porém, lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e deitada em manjedoura.
E, subitamente, apareceu com o anjo com uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo:
Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.
E, ausentado-se deles os anjos para o céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos até Belém e vejamos os acontecimentos que o Senhor nos deu a conhecer.
Foram apressadamente e acharam Maria e José e a criança deitada na manjedoura.
E, vendo-o, divulgaram o que lhes tinha sido dito a respeito desse menino.
Todos os que ouviram se admiraram das coisas referidas pelos pastores.
Maria, porém guardava todas essas palavras, meditando-as no coração.
Voltaram, então, os pastores glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham ouvido e visto, como lhes fora anunciado”. (Lc 2.8-20).
Agora, quero aproveitar um texto postado pelo pastor João Alves Souza, no seu Facebook, para retratar um pouco do que mudanças operadas pelo Salvador Jesus na vida das pessoas que reconhecem seus pecados e creem em Jesus como Senhor e Salvador:

“Um grupo de 50 alunos participou de um seminário e, de repente, o professor parou de falar e começou a dar uma camisola a cada pessoa.
Ele convida cada pessoa a escrever seu nome na camisola com um marcador.
Em seguida, todas as camisolas foram recolhidasdas e colocadas em outra sala. O professor pede aos participantes que entrem na sala individualmente e localizem cada uma das camisolas em que está inscrito seu nome em menos de 5 minutos.
Todos correram para a sala e freneticamente começaram a procurar seu nome. As pessoas empurravam-se e pisam-se em desordem total.
Após 5 minutos e ainda mais, ninguém conseguiu encontrar sua própria camisola.
Então o mestre diz:
“Agora, deixe todo mundo coletar aleatoriamente uma camisola e entregá-la à pessoa cujo nome está escrito nela.”
Em alguns minutos, cada um recebeu a sua camisola.
O professor então diz: “O que fizemos é exatamente o que está acontecendo em nossas vidas, todo mundo está procurando desesperadamente por sua própria felicidade ao redor, sem saber onde está felicidade dos outros.
É por isso que se você ajudar os outros a encontrar a felicidade, também terá sua própria felicidade. E esse é o propósito da vida dos homens.
Aprenda a colocar um sorriso no rosto de alguém e você também terá um sorriso no momento.
Que ninguém procura por seu próprio interesse.
Que cada um de vocês, em vez de considerar seus próprios interesses, também considere os dos outros”.
Que o nascimento de Jesus nos seja de grande alegria, motivando-nos a amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos!

Pr. Carlos Trapp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: