Pular para o conteúdo
9 de dezembro de 2012 / carlostrapp

Uma breve retrospectiva de 2012

Ao término de cada ano é bom fazer uma retrospectiva do que foi feito, para ver se os objetivos foram alcançados e, principalmente, num exame de consciência, ver o que precisa ser corrigido.

No início do ano, eu e a Simone fomos a Foz do Iguaçu (com o nosso Fusca que ainda tínhamos naquela época), participar da Assembleia da Convenção Batista Brasileira, pois entendemos que é sempre bom estarmos inteirados do que acontece na Denominação. Também aproveitamos para visitar nossos parentes que moram na região.

E falando em Denominação, ficamos preocupados com I Fórum de Identidade Eclesiástica que aconteceu na Capital, no qual a participação foi muito pequena, e o pior foi que em vez de firmar a Identidade, vimos que a mesma está se diluindo. Isso é preocupante, e os batistas precisam acordar nesse sentido, se não a Identidade irá desaparecer aos poucos.

Outra expectativa que não se cumpriu, foi algo mais concreto em relação à família, pois há algum tempo estamos sugerindo a determinados líderes, para que juntos façamos ações em prol dos valores que sustentam a família, para livrá-la dos ataques avassaladores que a rodeiam, inclusive a interferência do Estado que tenta banir a disciplina física, mediante o Projeto de Lei conhecido como Lei Anti-Palmada (7672/10).

Outro fato que temos que registrar, foram as eleições para prefeito e vereadores. Já comentamos isso aqui, mas vamos acrescentar um fato novo, ou seja, faltaram 53 votos para a coligação Mais trabalho por Campo Grande IV, do qual fazia parte o PSC, para conseguir mais dois eleitos, que seriam a Juliana Zorzo e o Edson Godoy, ambos da Primeira Igreja Batista. Citamos isso para destacar a importância de cada voto, e o empenho que é necessário de nossa parte para alcançar isso.

Outro fato que não pode ficar esquecido é o crescimento do laicismo, notado durante o ano, ou seja, a ideologia que visa se opor a aspectos religiosos que fazem parte da nossa sociedade. Um dos pontos que podemos citar é a recente tentativa do Ministério Público do Estado de São Paulo, querendo subtrair das notas do nosso dinheiro a expressão “Deus seja louvado”.

Ao comentar esse assunto numa lista, argumentamos que os que desejam isso, também deveriam, então, abolir o descanso semanal, pois é um valor judaico-cristão. Será que vão querer isso? Também deveriam trocar nomes de cidades como São Paulo, Belém, Salvador. Nomes como José, Maria, enfim, de origem bíblica não poderiam ser usados nos Cartórios.

Citamos isso para mostrar a insensatez do movimento laicista, que se opõe ao sagrado e, por outro lado, quer legalizar a prostituição.

Como podemos ver, há uma grande inversão de valores, contra a qual devemos lutar.

Ainda precisamos destacar a eleição nos Estado Unidos que, infelizmente, deu mais quatro anos ao Obama. Dizemos isso pelo fato de o presidente reeleito ser esquerdista, liberal, fomentando, inclusive, com dinheiro público, o aborto, entre outras posturas nocivas. Um escritor famoso, ao comentar o fato qualificou-o como “o declínio do Ocidente”.

Finalizando, não podemos deixar de falar sobre os 15 anos da existência do Jornal “O Cidadão Evangélico”, o jornal mensal que fazemos com muito carinho e cuidado, visando formar e informar nossos leitores.

Fazemos até uma solicitação especial aos nossos pastores, para dediquem alguns minutos, num dos cultos agora em dezembro, para agradecer pelo jornal e interceder por nós, para que Deus sempre nos use nesse ministério, e para vencermos os desafios que estão a nossa frente.

E que Deus nos ajude a nos arrepender daquilo que fizemos errado em 2012 e que em 2013, sejamos melhores cristãos e cidadãos.

Pr. Carlos Trapp, Presidente do Grupo Evangélico de Ação Política – Geap

2 Comentários

Deixe um comentário
  1. Pr Ernesto / maio 4 2013 18:54

    Um texto ignorante, desculpe a sinceridade.

    • carlostrapp / maio 6 2013 10:15

      Pr. Ernesto, tenha a bondade de escrever um texto melhor e eu o publico no Jornal. Combinado?
      E nem precisa pedir desculpas por ser sincero, pois a gente sempre deve ser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: