Pular para o conteúdo
13 de agosto de 2011 / carlostrapp

Datas especiais

Carlos Trapp e a esposa, Simone

Como já disse em outras ocasiões, voltaria com frequência, para falar sobre datas importantes, para estar contextualizado e dar destaque a fatos históricos.

Primeiro, a minha esposa Simone já falou sobre o aniversário dela à página 8, que ela festejou num trabalho evangelístico realizado no bairro Jardim Noroeste, em nossa Capital. Meus votos são de que possamos estar juntos muitos anos servindo ao Senhor Jesus, até que a morte nos separe e que possamos nos ajudar mutuamente.

Em segundo lugar, temos o Dia dos Pais, no segundo domingo de agosto. Lembro, com gratidão do meu falecido papai que, além de me ensinar a ler e escrever antes de ir à escola, também me ensinou “as Sagradas letras”.

Portanto, parabéns aos pais e que Deus os ajude a cumprir o seu papel investindo tempo e valores nos seus filhos para o seu próprio bem!

Em terceiro lugar, preciso falar sobre o Centenário dos Batistas Sul-Mato-Grossenses, que deverá acontecer no dia 20 de agosto próximo.

Quero aqui contar um pouco dessa História, extraída de um prospecto muito bem elaborado pela Convenção Batista Sul-Mato-Grossense que conta que no final de 1910 havia em Corumbá um irmão proveniente da Igreja Batista de Rio Largo (AL), que ao saber que havia em Porto Murtinho um pregador da Palavra de Deus, sem demora, enviou-lhe uma carta solicitando que fosse à Corumbá para assistir um pequeno grupo de crentes ali existente.

O irmão covidado chamava-se José Correa Brasil, que era ex-membro da Igreja Batista em Paranaguá (PR).

Em pouco tempo, com as pregações do irmão Brasil, várias pessoas se converteram e foram batizadas no Rio Paraguai.

Mas esse progresso foi interrompido pelo fato de o irmão Brasil ter escrito um panfleto contra o fumo e assinado o mesmo como “pastor”, sendo que não era ordenado, fazendo com que as autoridades do lugar o perseguissem por isso. Tal fato fez com que deixasse a cidade de Corumbá e o grupo de crentes que estavam sob seus cuidados.

Porém, em meio a essa situação aflitiva chegou às mãos do irmão João Gregório Urbieta um exemplar de “O Jornal Baptista”, fazendo com que o mesmo entrasse em contato com o redator do Jornal, à época, o Dr. Entzminger, e solicitasse a vinda de um pastor batista para Corumbá.

A solicitação foi atendida mediante o envio do missionário norte-americano, Arthur B. Deter, que chegou na cidade em 5 de agosto de 1911, via marítima, depois fluvial, passando por Buenos Aires.
No dia 20 do mesmo mês, foi organizada a Primeira Igreja Batista em Corumbá com quatro membros e 30 candidatos a batismo.

O missionário deixou a igreja com 57 membros e o irmão Selidonio Urbieta encarregado do trabalho que se estendeu expressivamente.

Cabe ressaltar que o irmão Selidonio Urbieta mais tarde foi ordenado pastor sendo o primeiro obreiro da Primeira Igreja Batista de Campo Grande.

A quarta data importante são os 140 anos da organização da Primeira Igreja Batista em solo brasileiro, mais precisamente no dia 10 de setembro de 1871, em Santa Bárbara do Oeste (SP), formada em grande parte por colonos americanos que haviam fugido da Guerra de Secessão.

Uma programação de três dias deve marcar os festejos dos 140 anos, no município de Santa Bárbara do Oeste (SP).

Por último, preciso falar dos 112 anos de nossa Capital que está atingindo 800 mil habitantes. O dia 26 de agosto, data do aniversário, apresenta uma vasta programação, entre as quais a Marcha para Jesus, tradicional participação dos evangélicos no aniversário da Cidade Morena.

Concluindo, sabemos que não existem apenas batistas em nosso Estado e País, mas muitas denominações cristãs que também têm suas datas a comemorar. Mas o nosso desejo é que todos, como crentes em Cristo, possamos dar um testemunho ousado da nossa fé, contribuindo, assim, para que outros também venham a crer em Jesus como Senhor e Salvador. Além disso, vamos interceder pela nossa cidade.

Carlos Trapp, Pr.

Nota: Texto extraído do Jornal “O Cidadão Evangélico”, edição de número 117, de agosto de 2011.
A partir desse número, estaremos publicando os artigos do Jornal no Blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: